Páginas

segunda-feira, 14 de maio de 2012

Vampiros Reais


PETRE TOMAS (1927-2003)O membro mais recente no rol de vampiros entrou para historia em 2005. Foi quando se descobriu que o cadaver de Tomas exumado no cemiterio Marotinul Sus, na zona ruaral da Romenia havia sido degolado e tinha uma estaca cravada no peito. A violação tinha sido feita pela propria familiado morto. Eles alegaram que desde a sua morte alguns familiares tinha adoecido e so um ritual macabro poderia salvar suas vidas. Os parentes ainda arrancaram o coração eo queimaram.
PETER KURTEM (1883-1931)O vampiro de Dusseldolf (cidade do leste Alemão) era um serial killer que sentia enorme prazer quando o sangue jorrava do corpo de suas vitímas , geralmente crianças. Ele estuprava e esfaqueava até atigir o orgasmo. Portador de uma patologia denominadahematomania tambem costumava beber o sangue de suas pressas , foi preso e condenado a morte por decaptação, aos 48 anos sua historia aterrorizante inspirou o diretor Frits Lang o filme M.

 

HENRI BLOT (1860 -?)no dia 25 de março de 1886,o frances Blot com 26 anos de idade, foi ao cemiterio de sua cidade e violou o corpo de uma bailarina , morta no dia anteror. Tres meses depois , fez sexo com outra jovem recem morta e bebeu o sangue. Só que , extenuado, acabou dormindo ao lado da sepultura e foi preso na manhã seguinte . Durante o julgamento , o cara chegou a afirmar que precisava de sangue para viver. Condenado a dois anos de cadeia por violação de sepultura e necrofilia , acabou sumindo sem deixar vestigios.
PETER PLOGOJOWITZ (1666-1728)
Este foi um dos primeiros casos supostamente reais de vampirismo documentados. Rolou em Kisolowa, vilarejo da Servia. Segundo relatos, apos sua morte , em 1728, Plogojowitz surgiu para o filho pedindo comida eo rapaz apareceu morto. Depois que negou a comida a ele.Logo apos morreram pessoas com sinais de perca de sangue.Quando o corpo de Peter foi exumado , tinhas os olhos abertos e sangue na boca. Bastou para se crer que ele era um vampiro. Uma estaca foi cravada em seu coração e seu corpo queimado.

RICHARD TRENTON CHASE (1950-1980)
Obsecado pela aideia de que seu sangue estava envenenado , o americano passou a matar coelhos, cães e vacas para beber o "sangue limpo". Logo depois passou a tomar um sanguinho humano também. Foi as ruas e matou 6 pessoas entre dezembro de 1977 e janeiro do ano seguinte. Ápos esquarteja-las bebia o sanguee guardava partes dos corpos no congelador para comer depois. Preso,foi condenado a camara de gas. Mas ele se matou antes com uma overdose de antidepresivos.

ARNOLD PAOLO ( ?- cerca de 1726)
Ápos voltar de uma batalha, no inicio do seculo 17, este soldado sérvio jurou que havia sido atacado por um vampiro. Ninguem deu trela para a historia , e Paolo morreu logo depois. Só que um mês depois da sua morte,surgiram relatos de que ele estaria atacando pessoas a noite. Os camponeses foram até sua tumba e ao abrirem o caixão acharam o corpo em bom estado de conservação e com sangue escorrendo do nariz e da boca. Na hora , espetaram uma estaca em seu coração e queimaram seu corpo.

JOHN GEORGE HAIG (1909-1949)
A biografia deste ingles, o vampiro de Londres , é tão assustadora que ele ganhou até estátua no musel de cera de Madame Tussands, na Amsterdã. A coisa começou na infancia, quando ele multilava os proprios dedos para sorver o sangue. Aos 40 anos foi condenado a forca pelo cruel assassinato de nove pessoas.Ele cortava o pescoço delas e derretia os corpos numa tina de acido. Na hora de sua execução em 1949, ele gritou: " Deus, salve o meu filho da maldição de Dracula".


TRAYCE WIGGINTON (1965)
A Australiana Trayce entrou para a historia por ter matado Edward Baldock, de
40 anos, para beber seu sangue. O assassinato supostamente parte de um ritual satanico ocorreu na margem de um rio da cidade de Brisbane e teve a participação de outras 3 mulheres. Mas foi ela a autora das 27 facadas que tiraram a vida de Baldock.No julgamento, Trayce adimitiu ter cometido o crime para saciar sua sede sanguinolenta . O caso ocorreu em 1991, quando a vampira tinha 25 anos.

ELIZABETH BÁTHORY (1560-1614)
Nascida na atual Eslováquia, a condessa Báthoryera louca por um sanguinho alheio. Apos a morte do marido, sua maior obsessão passou a se banhar no sangue de jovens virgem para preservar a juventude.
Muitas vezes a vitima era espancada e depois jogada na nuas na neve para morrer congelada. Estima-se que ela tenha sacrificado mais de 600 pessoas até
ser condenada a prisão perpétua em 1610. A tenebrosa historia da lady vampira foi levada as telas no filme A condesa Dracula (1971) , amaioria de suas vitimas era suas empregadas.

VLAD III (1431-1476)
Nascido na região da Transilvania (atual Romênia)
o princepe Vlad III foi um guerreiro implacavel.
Na defesa de seu reino contra os Turco-Otomanos,
matou mais de 40 mil inimigos, boa parte foi empalada viva!
O suplicio constituia na introdução no ânus de uma
estaca, que era transpassada até o torax. Por isso
recebeu o nome de Vlad Tepes (empalador, em Romenio)
Parte de um religioso chamado Ordem do Dragão, adotou
o sobrenome Draculea ( filho do Dragão ou Demonio)
Não é atoa que inspirou o escritor Bram Stoker a criar o personagem do conde Dracula.

Nenhum comentário: